quarta-feira, 26 de maio de 2010

Poesia Gaúcha - Sr. Zorrilho

Sr. Zorrilho

João Simão Lopes Neto

Onde vai, Sr. Zorrilho,
Em tamanha galopada?
- Vou m'embora p'ra cidade,
Dançar a polca mancada.

Não vá lá, Sr. Zorrilho,
Para não ser caçoado!
- Não me importa, lá se avenham,
Que eu sou mui relacionado.

Tenência, Sr. Zorrilho,
Quem não sabe não se meta,
- Menos sabe quem se apura
P'r'agarrar-me sem gambeta!

Veja lá, Sr. Zorrilho,
Na cidade há seus perigos!
- Não vive ninguém no mundo
Sem ter os seus inimigos...

0 comentários:

Postar um comentário